21 junho, 2015

para sempre com amor

nasceste para mim antes de existires e nesse dia fui tão feliz que senti o coração a transbordar de emoção. até nasceres vivi para ti. queria ter a capacidade de fazer uma canção que dissesse da minha alegria mesmo quando o bom senso dos outros não conseguia entender a minha felicidade. nunca fui boa a dizer o que sinto (estou agora um pouco melhor mas implicou muitas perdas) mas quando nasceste para o mundo eu só desejava estar contigo pegar-te ao colo adormecer e acordar contigo. não o podia fazer mas mesmo assim aproveitei cada bocadinho do meu tempo para estar contigo. tenho centenas de fotos tuas do primeiro ano. e dos seguintes... e depois... depois a vida deu voltas e o mundo também as deu. às vezes estava de cabeça para baixo e logo a seguir mudava. e tu ali ou melhor aqui dentro do meu coração a correres-me nas veias filho do meu filho sangue do meu sangue. cresceste e foste amado por todos. pais avós bisavós tios e primos.. para alguns eras uma mente brilhante como são quase todas as crianças para os que lhes são mais próximos. para mim eras apenas um menino que eu amava muito e a quem sempre reconheci defeitos e qualidades. não gosto de deuses mesmo que se trate dos pequenos deuses fabricados por adultos.e amei-te assim. como eras. depois cresceste mais e mais e de repente fizeste da tua vida um filme de aventuras onde nada nem ninguém podia destruir-te. contavas estórias e tinhas piada. os últimos dias que passámos juntos foram para mim de muita apreensão mas também de muitas risadas. eras o super herói imbatível de um filme que só existia para ti. disse-te que te amava e que a minha casa estava sempre aberta para ti. hoje sei que o filme acabou mal. o super herói perdeu poderes e foi derrotado. onde quer que estejas meu grande amor serás certamente um super herói mais bem sucedido. perder.te não faz sentido e o pior de tudo é esta raiva que continuo a sentir. esta vontade de te dar os estalos que nunca te dei. e sei que não adiantava dar-tos mas se calhar agora a raiva era u pouco menor. tudo isto só para te dizer que te amo. para sempre.
Enviar um comentário