09 março, 2014

o pagante


estava a freira aposentada do seu serviço a deus a fazer as suas compras na mercearia do bairro quando entrou um senhor de boa vontade e ainda não aposentado da sua vida dedicada a ajudar os pobres. a freira apesar de aposentada usa a sua farda que a identifica de imediato diante de quem quer que seja. já o senhor que se saiba nunca usou uma farda indicativa dos seus bons serviços aos mais desvalidos.

a freira tinha um saco na mão e dirigiu-se à caixa para pagar quando foi interpelada pelo homem bom
- o que leva nesse saco é para os pobres?
- não senhor é para mim. mas eu também sou pobre. o governo roubou-me a reforma.
- nesse caso veja lá se precisa de mais alguma coisa. eu pago.
- o senhor tem a certeza que tem dinheiro para pagar o que eu comprar?
- claro irmã.
então a freira vai buscar vários sacos e enche cada um deles o mais que pode. o homem bom pagou,
Enviar um comentário