29 setembro, 2010

em lisboa


é claro que vos devo uma explicação. afinal há muito que não passo por aqui. a explicação é fácil. digamos que estou a seguir indicações médicas. coisas da vida. e da idade dizem alguns. adiante. já sei que para fazer 100 metros na avenida duque de loulé em direcão ao marquês de pombal, seja a que horas for levo cerca de 15 minutos. a gertrudes está cansada é o que é. e quando ao cansaço da gertrudes se junta uma imensa manifestação dos trabalhadores o resultado é uma hora até conseguir entrar no túnel do marquês. enquanto espero que o semáforo fique verde vou observando as pessoas que passam. a maior parte não me desperta grande atenção. mas dou por mim a olhar um rapaz a falar sozinho em linguagem gestual. penso pronto afinal não sou a única a falar sozinha. o rapaz faz gestos enérgicos e eu penso que problema o pode atormentar para que prossiga avenida acima com os mesmos gestos. as pessoas passam por ele indiferentes. de repente lembro-me que estou no centro de lisboa esta cidade que cada vez mais nos engole e nos torna fantasmas de nós mesmos. que é feito da velha lisboa dos bairros populares... está cada vez mais cheia de estrangeiros que aproveitam o melhor desta belíssima cidade enquanto nós lhe virámos as costas e tudo o que deixámos para trás foi gente a falar sozinha.
Enviar um comentário