10 agosto, 2010

mika


mika entrou ontem na minha casa e na minha vida. foi amor à primeira vista. carinhoso como um homem deve ser está deitado aos meus pés enquanto escrevo esta nota. ontem escondia-se em todos os cantos ou debaixo dos sofás e da mesa. a noite passou-a deitado no chão aos pés da minha cama. pelas cinco da manhã levantei-me e aí é que foram elas. o mika não parava de miar senão quando eu conversava com ele baixinho para o acalmar. finalmente parecia ter adormecido e quando eu estava quase a adormecer de novo senti algo na cama. mika tinha vindo ter comigo. fiz-lhe duas festas e pedi-lhe que voltasse para o chão. obedeceu e até o despertador tocar deixou-me dormir. quando saí para o trabalho ele ficou debaixo de uma cadeira que tenho num dos cantos do quarto. a miar. foi assim que acordou o meu filho que também se apaixonou por ele embora até agora não se ter permitdo aproximar-se de um gato. pode ser que agora ultrapasse este medo. pelo menos o mika gosta dele. e de mim. e esta casa está mais alegre. mais animada. porque o amor está no ar. graças ao meu gato persa. mika.
Enviar um comentário