09 agosto, 2009

mais um dia para ser feliz

amanheceu por aqui com um vento daqueles a que me habituei pela tarde. mas estava decidida a visitar a minha praia preferida. e hoje o dia era perfeito. porque na minha praia preferida não se sente o vento e é quase quase perfeita. por ali me fiquei mais de duas horas sem ser incomodada por aqueles labregos que resolvem assentar arraiais em cima da nossa toalha e debaixo do nosso chapéu ou colocar o seu próprio chapéu a dar-nos a sombra que não queremos. por isso uma manhã perfeita de praia. não fui ao banho porque não havia água e o calor também não era muito a bem dizer. a verdade é que mal começa a aquecer a sério eu levanto arraiais. invariavelmente cruzo-me com gente que chega com as suas crianças que incluem pois claro bebés de colo. a situação continua a incomodar-me. apetece-me perguntar aquela gente que justificação darão a essas crianças quando elas começarem a sofrer antes de tempo de doenças da pele. que não se despachavam a tempo? que sair de casa só não é o mesmo que sair com crianças e blá bla´blá blá bla´. não corram. peguem nas crianças e vão para a praia pelas 5 da tarde que para além do mais é uma hora óptima até para os poetas. um domingo que teve tudo para ser perfeito. só não foi porque estive o tempo todo a fazer o possível para ser feliz.
Enviar um comentário